18 março 2012

394020_301738653208344_271388622910014_785674_603265578_n_large 

Nada me pareceu suficientemente bom para escrever acerca de ti e, por isso, demorei vários minutos a ter a primeira frase. Mas finalmente estas duas semanas por que passámos entraram na minha cabeça e me fizeram sorrir loucamente. E lembrei-me do teu sorriso, da tua voz, de tudo aquilo que me dizes e me faz feliz. Lembrei-me de cada palavra, de cada texto, de cada mensagem. Lembrei-me de todas as nossas conversas, de quando eu adormecia a meio de uma ou de quando me esquecia daquilo que dizia (mas tu sabes o motivo). E no final percebi melhor ainda que te amo e que a cada minuto que passa eu consigo fazê-lo mais ainda. E mais, mais, mais. Eu tenho medo que as palavras te faltem, que o sentimento desapareça ou que a distância estrague tudo aquilo que nós sentimos um pelo outro. Porque eu sei que não te vou deixar, que quero ficar contigo e que és mais especial para mim do que aquilo que possas imaginar, mas eu não sei aquilo que se irá passar quando eu me for embora e ficar ainda mais distante de ti. Distante desse teu lindo sorriso e da tua doce voz. E não quero que me esqueças da mesma maneira que eu não me irei esquecer de ti. Acredita, tu serás para sempre a minha pequena, aquela em quem penso o dia inteiro e nunca me canso. E peço mais uma vez desculpa por já te ter feito chorar, eu não queria que o fizesses porque isso doeu ainda mais em mim. Tu conseguiste transformar-te numa pessoa única para mim, em quem eu confio e sei que o posso fazer. Porque o amor é maior do que toda a distância que nos divide, do que todos os comentários em que nos criticam e dizem que não vai resultar. Porque eu sei que vai resultar, sei que iremos estar juntos um dia e que iremos estar para sempre. Porque o amor não tem explicação e aquilo que eu sinto por ti é muito mais que isso... É algo que eu não sei explicar e que, dificilmente, alguém irá conseguir. Eu amo-te muito, mais do que possas imaginar... E promete-me, promete-me uma vez, duas ou três, promete-me que nunca te irás esquecer de mim e que quando eu voltar eu ainda pertencerei a ti.

6 comentários:

beatrizpereira disse...

eu prometo as vezes que quiseres amor, esta tao lindo :$ amo-te!

nicolemorais disse...

acredito em vocês! o texto está lindo*

Inês disse...

Vocês são tão fofos *.* A distância não há-de pôr um ponto final à vossa história, muito pelo contrário! Vai ainda reforçar mais tudo o que vocês estão a construír! :)

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

máaf. disse...

gosto muito, e adorei o blog. estou a seguir :)

Joanaa S. disse...

lindo :')